10 dezembro, 2007

Novo Colaborador do Minde-Online

Como já devem ter reparado, desde ontem que o Minde-Online conta com mais um colaborador/ editor. Todos o conhecemos, é o n/ conterrâneo João Manuel Querido da Silva.

Fiquei extremamente satisfeito pela sua iniciativa em querer participar neste projecto e aventura que, com muita carolice, tenho tentado levar a algum lado.
O Minde-Online é um blog de quem o escreve e de quem o lê, e ninguém é obrigado a alinhar pelos mesmos padrões de credos, ideais, ou cores políticas, mas o objectivo é somente um: o Minde-Online pretende apenas ser um blog de Minde, para Minde, e um elo de ligação entre todos os Mindericos.
Estou certo que o João muito contribuirá para o enriquecimento deste espaço. Que seja bem-vindo !!!


PS: Se alguém lhe quiser seguir o exemplo, terá de concorrer, submeter-se a exames físicos e psicotécnicos, saber falar oito línguas e integrar um curso intensivo de preparação psicológica. Terá de mostrar a ficha criminal, boletim de vacinas e cópia do IRS dos últimos 5 anos. Depois...
Estou a brincar. Basta contactar-me!!!
(eu consigo umas "cunhas")

8 comentários:

vmcs disse...

Caro Pedro

Com o balanço e êxito que os teus blogs estão a ter, já faria sentido adquirires nova plataforma tecnológica.

Sugiro-te, entre outras, esta:

http://www.joomla.com

Custa menos de 1.000 dólares!

Cumprimentos

vmcs

pm disse...

Só Mil dólares ???
Lá se iam as m/ ricas férias na neve.
O Blogger sai um pouco mais em conta.

vmcs disse...

Com uma publicidadezita do Google (ou outros), amortizavas depressa o investimento, para além de te dar outras possibilidades de arrumação dos temas.

Mas se calhar tens razão. Estou a meter-me onde não sou chamado.

Um abraço

Vítor

pm disse...

As publicidades são sempre uma treta e confusão.
Concordo que há aí plataformas muito mais eficazes (até o Wordpress que é gratuito), mas o Blogger é o mais popular e tem as vantagens da sua proximidade ao Google.

Mas as sugestões são sempre benvindas. Obrigado !!

vmcs disse...

Caro Pedro

As publicidades são uma treta e confusão? Olha que não, olha que não:-) Depende em que sítios se coloca para não incomodar muito os users. E dá uns cobres muito jeitosos.

Mas acredita, em meu entender um dos défices dos teus blogs começa a ser a falta de arrumação por temas.

Mas tens os"Tags" para ultrapassar isso, de certa maneira.

Um abraço

Vítor

PS: certas pessoas estranham muito a publicidade que faço ao "Micas". Não entendem qual é o objectivo. Não entendem que escrever, falar, abordar problemas é absolutamente necessário.Dizem que estou a dar um tiro no pé! A alimentar a concorrência! Ah, ah!
Não entem sequer que é bom que alguns que por aqui já andaram devem voltar ... e voltarão! Dando a cara! É uma questão de tempo,como prova o regresso do teu ora colaborador.
Debate, informação, conhecimento - cada vez mais!

Bruno Enes disse...

Eu até gostava de colaborar também, mas depois de ver o requesitos, fiquei frustrado, é que só falo 6 linguas e meia. Ora gaita.....
Estou a brincar...
Desejo umas boas vindas ao João.

pm disse...

O Minde-Online nunca foi, nem pretende ser concorrente de ninguém, e muito menos do Minderico. Quanto muito, um modesto complemento.
O Minde-Online é apenas um blog, primariamente originado pela necessidade de promover o JAZZminde.
O tempo e um pouco carolice têm feito o resto, e cá vamos indo, cantando e sorrindo.
Talvez um dia ...

vmcs disse...

Caro Pedro Micaelo

As tuas palavras são sábias. Chamem-lhe concorrente, complemento, o que quiserem. Isso a mim não me diz nadica de nada.

O importante é ambos existirem, e se forem mais melhor. Desde que não haja censura instalada, encapotada ou não.

De censuras já tive a minha dose, e parece-me que tenho demonstrado que é para mim muito fácil publicar críticas violentas à minha pessoa, desde que não ofendam a minha Mãe e o meu Pai, claro.

De resto, quem usa calças compridas, seja homem ou mulher deve assumir as suas responsabilidades quando assina por baixo.

Tentar interferir constantemente naquilo que se escreve é que não.

Eu já faço a barba há muitos anos, e não preciso que me "ajudem" a fazer textos, ainda que às vezes alguns me saiam menos bem.

Repito, o que não preciso é de um censor ao lado do meu teclado ;-)

Um abraço

vmcs