01 janeiro, 2008

Criticas

«Há que encarar as críticas como um estímulo para fazermos melhor»

(Presidente da República, na sua mensagem de Ano Novo transmitida às 21h do dia 1 de Janeiro de 2008)

NOTA: Espero que alguns dos meus conterrâneos sejam, neste novo ano, mais tolerantes para com as críticas, que, mesmo quando são feitas de boa fé e de forma positiva, são encaradas como procurando apenas protagonismo ou são motivo de afastamento pessoal. Se calhar até têm razão: o que faz falta nesta terra é, precisamente, a presença de protagonismo. As pessoas têm medo de se expôr.

4 comentários:

Anónimo disse...

tolerancia eh aquilo que este comentador nao pratica

pm disse...

Tolerância e paciência é aquilo que nós temos tido para manter este blog e aturar comentários anónimos como o anterior.

Um Bom Ano e votos para que ganhem coragem para assinar aquilo que escrevem !!!

Clemente Carvalho disse...

Sei que já me excedi algumas vezes (mas sempre com o objectivo de alertar para o que vejo mal feito).

Vou tentar ser mais tolerante este ano e já agora um bom ano para todos os que leram este post.

pm disse...

Como diz o n/ Presidente:

«Há que encarar as críticas como um estímulo para fazermos melhor»

Sempre encarei assim as Críticas (com C grande), e com grandes proveitos profissionais.

Agora, aquelas críticas meramente provocatórias e destrutivas, essas, passam-me ao lado.