09 outubro, 2007

Não faz sentido

Como se não bastassem todas as limitações já existentes no trânsito dentro de Minde, quando o número de habitantes e de actividades está a diminuir, insiste-se agora em repor mais uma que é a de proibir o acesso à Praça 14 de Agosto pelo lado da Farmácia.
Não se pode admitir que um troço que não vai além de uns 20/30 metros tenha um só sentido, tendo esse troço largura mais que suficiente para nele se cruzarem dois carros e não havendo razões para falta de visibilidade.
Se uma pessoa que está no Largo das Eiras quiser ir de carro à Junta, ao Multibanco ou ao CAORG é mesmo obrigatório ter que sujeitar-se ao incómodo de entrar na Avenida.
Presunção e água benta cada um toma a que quer.

Publicado in Jornal de Minde

COMENTÁRIO :
Há muita coisa que já não faz sentido em Minde. Mas mesmo muita !!!
A começar pelo absurdo que são a maior parte dos sentidos proibidos, passando pelas paupérrimas obras de "Requalificação Urbana" que nos impingiram com escandalosos custos e centenas de prumos inúteis, e acabando no desajustado projecto do loteamento para barracões (ZIM) que estão a construir em Minde, muita coisa não faz sentido nesta terra.
Mas o que não faz mesmo qualquer sentido é esta administração local e concelhia que nos tem (des)governado.
Precisamos de gente com outro tipo de visão e que não ditem ordens conforme o lado para que acordaram virados.
É tempo de dizer basta a tanta incompetência. STOP !!!

8 comentários:

Anónimo disse...

São visões estrategicas....

Anónimo disse...

Esta decisão é ridícula. Está ao nível da insistência do Presidente A. Fresco em colocar pinos na praça do estaminé.

Aqui – tal como ali – e caso a junta, a câmara ou alguém que pense um bocadinho nas coisas faça alguma coisa, lá terá a população de Minde que recorrer à desobediência civil, arrancando os pinos, sinais e tabuletas que forem colocadas e ignorando olimpicamente a proibição.

É que o centro de Minde e a Praça 14 de Agosto qualquer dia são uma ilha, em que para entrar só a pé ou a pagar portagem!!

pm disse...

Concordo plenamente !!!
Já agora: A Junta de Freguesia devia publicar um guia de como circular em Minde ....

Anónimo disse...

Não é peciso guia, a maioria nem sabia que tava lá o sinal e tb ninguém o respeita.

Algo funciona mal no reino do Fresco.

Anónimo disse...

Sr. António Fresco.

Deixe circular o pessoal. Preocupe-se com a NOSSA terra. Caso contrário, base ...

Anónimo disse...

Vocês escrevem e mandam recados ao Fresco, mas sabe lá o que é a internet. Só com intervenção popular para ele mandar chamar a PJ

Anónimo disse...

O fresco sabe muito bem o que é a internet. tal como todos os outros lidéres do concelho é a 1ª coisa que faz de manhã é ir ver os blogues de Minde. ele aprendeu a internet nos correios, não esqueçam.
Aliás, ele é um ás. Um ás da azelhice.

Anónimo disse...

Ele é bom é para andar a passear o pirussas !!!!