10 outubro, 2007

Desalento com gestão da Câmara de Alcanena

Na última reunião da CMA, a qual só devemos ter acesso á respectiva acta lá para o ano que vem (a última publicada é de 11 de Junho), a Dra. Ana Cláudia manifestou o seu desalento, e "O Mirante" noticiou:

«A vereadora do PSD na Câmara de Alcanena fez, na última reunião do executivo, um balanço dos primeiros dois anos de mandato da maioria liderada por Luís Azevedo do movimento Independentes pelo Concelho de Alcanena (ICA). “Há pouca obra, falta o que é estruturante”, acusou Ana Cláudia Cohen, que admite estar a sentir-se “desalentada” com o trabalho dos ICA.

Na resposta, o presidente da autarquia admitiu a inexistência de obras que pretendia ver já em execução. Uma falha que se deve às “dificuldades financeiras” do município. “Estamos a aguardar pelos fundos do QREN”, refere o autarca. O Museu da Pele a criar em Alcanena e o da Aguarela situado em Minde são exemplos de dois projectos que a autarquia já tem quase prontos e que aguardam apenas pelo dinheiro que há-de chegar da União Europeia.»
In "O Mirante"

COMENTÁRIO:
De acordo com as actas já publicadas, pensei que as obras dos dois museus já tinham sido adjudicadas, respectivamente por 1 650 000 euros, e cerca de 236 000 euros (com conclusão obrigatória até 30 SET 2008).


Também julgava que os tais fundos do QREN não passavam de uma esperança «dependente das verbas que venham a sobrar do quadro comunitário de apoio que está a terminar» e que o Presidente Azevedo tinha afirmado que «acredita que existirão verbas disponíveis para avançar com as obras dos novos museus».

Afinal, alguma coisa deve ter mudado, e a CMA está a aguardar pelos fundos comunitários do QREN. Será que já houve luz verde daquele organismo ou é apenas a teoria de "contar com o ovo no cu da galinha"?
E se esses fundos não vierem? Quem paga as indemenizações aos empreiteiros?
- Bem, acabo por já não perceber nada desta história dos museus ...

2 comentários:

Vítor Manuel Coelho da Silva disse...

É altura de a direcção do CAORG vir explicar ao Povo de Minde o que se passa.

Certamente que os Vereador Srs. Engº António da Cunha Menezes e João José Silva não se importariam de fazer uma sessão de esclarecimento no Cine-Teatro Roque Gameiro.

Aguardemos a aceitaçã da sugestão

Vítor

Anónimo disse...

Estou estupefacto!!! será que o Cine- Teatro mudou outra vez de nome...... qualquer dia ninguem se entende......

foi só um reparo sem ofensa

Emrelaçaõ ao post o que hoje é verdade amanhã é mentira....já ouvi isto em qualquer lugar.

Se bem me lembro..... há dois anos no aniverçário da BANDA o seu discurso foi na vertente que o novo « RELVADO PARA A BANDA» ESTARIA PARA BREVE.......

Esperemos pois pelas novidades que terá para nos revelar...... Quentes e boas como a castanha assada

um mindrico mas dos bons