28 maio, 2008

Força Especial de Combate a Incêndios Florestais

Teve início a 15 de Maio a Fase Bravo do Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Florestais e prolonga-se até 30 de Junho, integrando até 1.601 Equipas/Grupos/Brigadas, até 6.625 elementos, até 1.592 veículos e até 30 meios aéreos, por todo o país. Existem também 2 Helicópteros Bombardeiros Ligeiros da AFOCELCA e as Equipas/Brigadas de outros Agentes presentes no terreno.

Os Bombeiros Voluntários de Minde integram esta força com um veículo florestal de combate a incêndios (VFCI) e uma equipa de intervenção (EI) de 5 elementos.

A Autoridade Nacional de Protecção Civil apela assim aos cidadãos para, nos espaços florestais e durante este período de alerta:
-Evitarem comportamentos de risco.
-Não fazerem qualquer tipo de fogo.
-Não deitarem fósforos ou pontas de cigarros para a floresta.
-Não utilizarem foguetes nem fogo-de-artifício.

Não esquecer, que os incêndios florestais constituem uma séria ameaça à floresta portuguesa, que compromete a sustentabilidade económica e social do País.
Se avistar o início de um incêndio florestal, ligue de imediato para o 112. PORTUGAL SEM FOGOS DEPENDE DE TODOS.
Bruno Enes in "BV MINDE"



PS: No blog BV Minde, poderá ainda ver algumas fotos dos bombeiros no BTT MINDE

3 comentários:

Paula disse...

Vamos por partes!
É muito bom sabermos que os bombeiros de Minde tem capacidade operacional para integrar neste dispositivo.
Mas há que realçar a presença de um dos nossos na Força Especial de Bombeiros!
Será que alguem sabia?
Se não...Aproveito para informar todos os leitores!
Será que a formação deste nosso bombeiro é bem aproveitada?
Espermos que sim!
Porque se não for, vamos ter muita pena.
Boa sorte miudo!

Anónimo disse...

tudo bem que ter formação é bom mas temos que ser humildes e não deixamos de ser bombeiros com o mesmo valor que os outros que não tão na força especial mas que tambem podia la tar e não tão porque não querem mas tem capacidades para isso como esse bombeiro obrigado

Anónimo disse...

capacidade?Será?
Ou não arriscam por não terem a tal capacidade?