25 julho, 2008

Sugestões ao Plano Estratégico Alcanena XXI

Como já referido num post anterior está em discussão pública até ao dia 14 de Agosto o Plano Estratégico Alcanena XXI podendo os munícipes participar com sugestões ou comentários, bastando para o efeito aceder ao pequeno formulário no site da CM Alcanena.

Criticar no fim é fácil e nada resolve, mas já que podemos participar nesta fase, apelo a que todos o façam, e pode ser que melhoremos alguma coisa. Duvido do efeito, mas, como costumo dizer:
Todos juntos seremos muitos.
Eu já o fiz e aproveito para publicar aqui na íntegra o meu comentário / sugestão:

Em resposta ao apelo de participação na discussão pública do Plano Estratégico Alcanena XXI anexo o meu comentário e algumas sugestões.

Em primeiro lugar gostaria de referir que acho completamente inoportuno que esta discussão seja levada a público neste período de férias de verão, e, atendendo à elevada importância do referido plano, a mesma deveria ser precedida de um esclarecimento / debate em vários auditórios do concelho.

Apesar de defensor do investimento cultural, entendo, nesta época de crise e recessão económica, que é desajustado e muito elevado o investimento no designado projecto Museu Territorial com 13 unidades dispersas pelo concelho. Acabarão por ser pólos de fraca atracção de visitantes e de interesse muito relativo e pouco rentável, criando custos de manutenção elevadíssimos com poucas compartidas culturais ou económicas.

Sendo de Minde, gostaria de referir que entendo que a designada Zona Industrial de Minde está completamente desfasada da realidade actual e condenada a um pequeno loteamento de meia-dúzia de barracões com fracas acessibilidades e que pouco ou nada acrescentarão à actividade económica da vila.
O investimento previsto de quase 2 milhões de euros deveria ser canalizado para uma reformulação do projecto com uma zona de serviços e, quiçá, com a incentivação de um Parque Tecnológico fomentando a criação de um instituto ao algo do género que possa fixar os jovens e atrair a investigação e consequentes empresas de outras áreas de actividades.

Gostaria ainda de salientar que esta zona norte do concelho está muito pouco contemplada neste plano estratégico e que se deveria fomentar na zona do Covão do Coelho / Vale Alto um pólo industrial e logístico para empresas de maiores dimensões, aproveitando o fluxo de empresas já instaladas na zona e dando condições ao maior desenvolvimento da actividade de empresas de transportes existentes, aproveitando o fácil acesso à rede de auto-estradas.
Com os melhores Cumprimentos,
Pedro Micaelo / Minde


PS: É ridícula e extremamente minúscula e diminuta a caixa para introdução de texto existente no referido formulário, pelo que sugiro que escrevam os comentários num processador de texto e depois façam o respectivo copy & past. Podem inclusive aproveitar para os publicar neste blog (mesmo anonimamente), o que seria bastante interessante e revelador do que pensa a comunidade minderica sobre este tema.
Também alerto para os constantes erros que o formulário emite quando se prime a opção gravar (enviar), e caso não tenhamos o texto gravado noutro local, vai tudo à vida. Enfim, são coisas já muito típicas neste site, mas é o que temos, e até dá para supor que é propositado.

9 comentários:

Anónimo disse...

Alguem me sabe explicar como se consegue enviar qualquer coisa no site da camara. Ja tentei 4 vezes e aquela porcaria nao funciona e aparece sempre uma pagina esquisita

pm disse...

Tem toda a razão. Eu já tentei mais de uma dúzia de vezes e nicles.
Pelos vistos esta história da discussão pública é apenas a habitual fachada para ir deitando areia para os olhos.
Mas irei continuar a tentar, nem que tenha que enviar por carta.

Anónimo disse...

Pedro, tu bens vais malhando em ferro frio, e fazes bem, mas a esta cambada de bloguistas apenas interessa as desventuras e tricas do Carreira

TouNessa

Anónimo disse...

Apoiado. Temos de conseguir que o Presidente Lula mande fazer mais uma fabrica em Minde.

Anónimo disse...

Talvez criar um Instituto das Artes na nova zona industrial. E um polo tecnológico que faça inveja á própria Microsoft. Isto sem grandes ideias não vamos lá!

Anónimo disse...

Concordo plenamente com o que disse o PM. pois stamos numa época de crise (mas os nossos autarcas não devem notar isso, é sempre certo e muito ao fim do mês e sem fazerem a ponta de um corno)
Uma data de museus é muito bom para arranjar uns postos de trabalho para uns amigos.

Anónimo disse...

Queres ver comentários aqui no plano XXI SR PM ????
Não me identificando pois tenho medo de sofrer represálias por parte do PODER apenas digo que anda por aí uma camada de malandros que não querem é fazer nada, e já se estão a abotoar com os novos postos de trabalho que poderão vir a suceder com a construção de novos museus. Agora é que vai cheirar a suor. (desculpem: os políticos não suam, transpiram)

Anónimo disse...

Deixo aqui a sugestão que fiz:

"Sou minícipe de Minde e aproveito a consulta pública do Plano Estratégico Alcanena XXI para deixar algumas ideias quanto ao desenvolvimento da Freguesia de Minde:

Zona Industrial de Minde:
Como está condenada, uma vez que morreu à nascença devido ao seu desajuste quanto à realidade das zonas industriais com prespectivas de futuro, sugiro a criação de um polo de atracção turística de cariz ambiental, aproveitando o polge de Minde, a encosta da serra, o miradouro, etc., que proporcione a captação de novos visitantes e turistas.
Um espaço de laser, com alojamentos de qualidade, turismo de natureza, um centro de interpretação ambiental do meio ambiente envolvente (PNSAC), caminhos pedestres, campanhas de sensibilização ambiental, gastronomia regional, etc...

Isto sim seria desenvolvimento regional!

Não se esqueçam do potencial turisticos que o concelho tem e que está muito substimado...

Obrigado pela atenção!
TB"

Anónimo disse...

MUSEUS !!!
Mas que grande ideia...
E eu a pensar que estas coisas só funcionavam com gente, mas pelos vistos parece que não.
O concelho desertifica-se. O aparelho produtivo/industria deminui,falece.Os habitantes vão para outras paragens. A CAMARA não faz nada para ajudar ou modificar a economia do concelho. O seu Presidente e ajudantes querem é FINS DE MÊS. Onde está o PLANO DE CURTO, MÉDIO E LONGO PRAZO para relançar o concelho ?
Ponham os olhos no vizinho concelho de Ourem e Torres Novas e tenham vergonha na cara, vão para... as termas.