06 setembro, 2007

Obras de Saneamento na área do PNSAC

As obras de saneamento que decorrem no Parque Natural também já estão a ganhar barbas, e os seus contornos a ser já dignos de mais uma novela.
Agora é a CMA que se prepara para multar o empreiteiro por atrasos na conclusão dos trabalhos.

A obra, que se iniciou em 2005 e deveria ter sido concluída a 27 de Dezembro de 2006, sofreu diversos atrasos e novos prazos, mas ainda mão se encontra concluída.
O investimento total previsto para a construção da Rede de Saneamento Básico do Parque Natural de Serra de Aire e Candeeiros é de 2 milhões 540 mil euros, cifrando-se a comparticipação comunitária do FEDER em 903.500 mil euros.

Referindo-se a custos, O vice-presidente Eduardo Marcelino, afirmou:
Em termos dos fundos comunitários, vamos atingir os 94% de execução da obra e vamos ter 120 mil euros de trabalhos a menos”, revela o responsável pelo pelouro de obras municipais.

Eduardo Marcelino surpreende-se quando lhe é feita a pergunta de como é possível conseguir ter trabalhos a menos numa obra desta envergadura. “Nos meus mandatos foi rara a obra que teve trabalhos a mais”, sublinha o autarca.
Eduardo Marcelino afirma que as instruções da equipa que lidera são de “fiscalização e rigor”. Cada vez que se verifica que uma obra precisa de trabalhos em certas áreas, é feita uma avaliação de todo o projecto e é verificado se não é possível retirar outros trabalhos. “E assim chega-se a um equilíbrio”, refere.
Ler Notícia completa in "O Mirante" »»»

COMENTÁRIO:
Com tanto rigor a fiscalização, agora se compreende como é que o custo adjudicado do Museu da Aguarela (como eles lhe chamam) baixou para metade da previsão inicial. O que pouparam nesta empreitada já dá para construir 1/2 Museu da Aguarela. Mais um "poupanço" daqui e outro dali, e o museu está feito. (fora o que vão poupar na construção deste)

Desconhecia esta faceta economicista do pelouro das obras municipais, e, a avaliar pelos custos exorbitantes de algumas obras ajudicadas por este executivo, agora fiquei bem mais descansado: com gestores assim, só temos razão para encarar o futuro com um sorriso nos lábios.


2 comentários:

O OBSERVADOR disse...

NÃO SEI QUAL O ESPANTO.
PARA SE VIAJAR PARA CABO VERDE COM UMA COMITIVA DE TANTOS "POLITICOS", COM CERTEZA PARA TRABALHA ARDUAMENTE EM PROL DO CONCELHO DE ALCANENA,
TEM DE SE POUPAR EM ALGUM LADO.
MAIS UMA VERGONHA.................................

O x disse...

Será que também pouparam na empreitada da requalificação urbana de Minde, é que a avaliar pela qualidade do trabalho devem ter poupado mts euros.