04 julho, 2007

MINDE 2007 - Capital da Música



Música. Muita música (e da boa) já passou por Minde nesta Grande Festa da Música. Mas vem aí muito mais!!!

A equipa da "má-língua" já veio a terreiro dizer que isto é música a mais para a terra que temos, e que tanta música até causa enfarte. Para esses, digo é que temos Terra a mais para cabeças tão pequeninas e venenosas.
Música é Cultura, e a Cultura é a maior riqueza de um povo. E mais ainda, uma parte do futuro de Minde passa pela Música. Isso é algo que alguns ainda não consegiram abranger, mas é pena.

O Festival de Jazz está a ser um êxito (ainda não acabou), e a música já passou por muito lado. Só quem não viu a alegria estampada nos rostos idosos dos utentes do Centro Social, quem não assistiu à Missa de Domingo com o coro do CAORG, quem não viu a actuação da banda da Soc. Musical Mindense na Praça 14 de Agosto, ou não foi ver os Flautinhas, é que não compreende o potencial de Minde nesta àrea.
É certo que Minde está muito desertificado, mas o objectivo deste evento é precisamente começar a atrair pessoas. E este ano já se notou qualquer coisa. Vamos com calma.

Bem, deixemo-nos de pré-balanços porque a "procissão ainda vai no adro". Hoje temos a SaxoFonia, depois vem o Coro Polifónico Juvenil na 5ª Feira, segue-se o Rock in Minde na Sexta, vem A Cinderela (dança) no Sábado, e Domingo encerra o Festival de Jazz em Fátima.
Para esta semana é tudo, mas para a semana há mais. Vai ser uma "barrigada musical", porque Minde merece, e porque
MINDE É UM TERRA DE CULTURA E DE MÚSICA.

8 comentários:

Anónimo disse...

Vozes de burro não chegam ao céu.

Continuem com este projecto, que é das melhores coisas que se fez em Minde nos últimos anos.

Foi um festival com muita classe e com grandes músicos.
Obrigado PM e toda a organização.

vmcs disse...

Listas únicas em 2009? ... só com naturais e habitantes de Minde, Covão do Coelho e Vale Alto!

ver em: www.minderico.com

Paula disse...

Parabéns ao Jazz Minde! Tenho pena de não ter podido ir, ainda. Mas prometo estar no encerramento. Beijos, rico vizinho!
Paula

Anónimo disse...

parabens para a iniciativa. não sendo de Minde mas residente numa aldeia do concelho, não deixei de ir assistir apenas no primeiro dia e fiquei muito feliz de constatar o vosso trabalho em prol da cultura. só um reparo, para o inicio de um festival de jazz, eu teria optado por grupos com uma sonoridade mais jazistica, o que não quer dizer que não tenha apreciado e gostado dos grupo em palco. mais uma vez muitos parabens.

Vigoras disse...

Apesar do convite que me foi endereçado, não estive presente ainda.

Mas agrada-me do fundo do coração, o desenvolvimento sultural pelo nosso país. É muito bom, saber que em Minde se fazem coisas boas.

Pois para quem vai do norte para o sul, na A1, e se sabe onde é Minde, Minde não passa de uma terra ali em baixo, que nem se vÊ da A1.

É com muita alegria que leio todas as noticias de Minde, aqui no minde-online, e as divulgo pelo meu nucleo de amigos, apesar de não ter nenhuma afinidade familiar com Minde.

Bem haja, PM.

pm disse...

Obrigado VIGORAS !!!
Nunca tive o prazer de te conhecer.
Mas fica prometida uma almoçarada.
Pago eu. Vamos combinar isso.
Um abraço
Pedro Micaelo

eu disse...

ola boa noite , nao sendo eu de Minde gostaria aqui de dizer que o que concordo plenamente com o que escreveu aqui alguem quando disse que o futuro de Minde passa pla musica......pla musica plo desporto pla cultura no geral ,tenho impressao que algumas cabeças de Minde inda vivem mtoo no passado....felizmente outras tantas ja estao mais a frente , por mim de td o que me for possivel estarei por aqui pra ajudar a colocar Minde de novo na ribalta ainda que com outras ferramentas...tds nos conhecemos as belas mantas etc etc que dai sairam no entanto os tempos sao outros e se amam a vossa terra como eu creio que sim sigam em frente com td que tiverem :)
felicidades pra tds os que assim caminhame se precisarem ....apitem por aqui que eu ajudo a empurrar:)
Ana!

pm disse...

Assim é que é falar, Ana. Fica atenta porque os apitos vão soar breve. Todas as ajudas são poucas.
Obrigado.