16 janeiro, 2009

Desenvolver o turismo e o parapente em Minde




Bonitas imagens. Foram "roubadas" no blog VOA-SE.
O parapente, e asa delta, são modalidades que cada vez estão a conquistar mais adeptos, e Minde está a tornar-se num dos locais da região centro mais apetecíveis para a prática desta modalidade. Têm sido muitas as escolas que têm passado por cá.
Ventos regulares, boas vistas, espaços amplos para aterragem e fácil comunicação e acesso entre o local de lançamento e poiso, são factores que têm sido referenciados pelos praticantes.
Minde não pode ficar indiferente a isso e há que criar condições para fomentar este fluxo e esta franja de turismo.


Mas o terreno do local de lançamento tem dono, e sei que há uns anos foram pedidos 700 contos pelo mesmo. Com um bocadinho de jeito, talvez, nos dias que correm, a verba descesse substancialmente, e não seria nada de outro mundo a JF de Minde tentar adquirir o mesmo. Estou até convencido, que verbas como a despendida na iluminação de Natal davam para comprar o terreno. É uma questão de bom senso e de uma administração de rentabilização dos parcos dinheiros públicos que dizem existir.

É por estas e por outras, que defendo, com toda a veemência, a construção de um miradouro digno na estrada da serra, com uma boa área de lançamento de parapente, um parque infantil, etc. Seria um ex-libris de Minde no futuro, e um local muito bonito de se visitar. E até é por lá que passam os Caminhos de Fátima.
Afinal, quando alguém amigo nos visita, onde é que o levamos para ver Minde? Até o Bispo lá foi.
Pensem nisto, porque é assim que se constroem as terras!



10 comentários:

Anónimo disse...

Excelente ideia.

Mas, afinal, quanto é que se gastou na iluminação de Natal, em Minde.
Dinheiro que foi pago a uma empresa da terra do Presidente António Fresco.

Há algum sítio onde se possa ver essa informação?
Alguma acta de assembleia de freguesia onde se possa consultar isso?

pm disse...

Meu caro anónimo,
você anda a querer saber de mais. Está-se a esquecer que a JFM pertence ao mesmo partido da CMA, onde a norma é o secretismo.
Coloque-se no seu devido lugar de mero contribuinte e bata palmas quando chegarem as inaugurações.

wolfinho disse...

Ora ai está uma obra BARATINHA que podia atrair gente a Minde.

Como vimos na prova de BTT do ano passado estes desportos radicais atraem multidões e quem fica a ganhar é a terra.

Só não entendo porque não se faz nada.

Será falta de visão ou ambição...???

Anónimo disse...

Talvez uma petição ajudasse, sabe-se lá!

Anónimo disse...

Está na hora de Minde avançar para um novo rumo. Por que não apostar na riqueza natural? Apostar no BTT, no parapente, em passeios pedestres (devidamente indicados e em bom estado de conservação!)...

vmcs disse...

Está na hora, sim. Mas para isso é necessário que os Mindericos queiram, o que eu duvido muito.

Anda tudo apático, ou quase tudo. E quando aparece alguém a querer agitar as águas, vêm logo uns quantos a dizer - olha este armado em sabichão!

Bârda!

Quanto a mim, Minde ainda não bateu no fundo.

Não acredito minimamente que as próximas autárquicas venham mudar a situação.

Vai haver algum barulho, alguma agitação, serão eleitos uns quantos para mandar nisto e continuará tudo na mesma modorra.

Os políticos profissionais que se perfilam no horizonte não me dão a mínima confiança de querer mudar a sério as coisas no Concelho.

E porque penso assim? Porque são políticos profissionais, ora.

Será preciso dizer mais?

Os políticos profissionais mal se apanham no poleiro começam logo a pensar na reeleição. Ou seja, o objectivo é fazer umas quantas obras eleitoralistas.

E o povão, que adora show-off, contenta-se com uns relvados sintéticos, umas rotundas bonitinhas, umas festarolar, uns passeios pelo País, umas sardinhadas e coisas assim!

O nosso problema é ECONÓMICO. Só enfrentando este problema se poderá inverter o caminho descendente.

E como se resolve? Ora, em primeiro lugar pondo as pessoas a falar.

Só que os nossos políticos são MUDOS!

Quantas reuniões fizeram em Minde nos últimos 3,5 anos?

Lá mais para o Verão começará a agitação e voltarão. Armados em salvadores do Concelho!

Poisxxxxxxxx

Bârda!

vmcs

Anónimo disse...

Debates e críticas é a única coisa que os especialistas como o VMCS sabem fazer. Conversas dessas estamos fartos até à medula. Minde precisa de idéias válidas e de alguém que as ponha no terreno e não de CONVERSAS DA TRETA

pm disse...

Concordo com a última frase, mas a crítica também pode ser útil.

Anónimo disse...

Este último anónimo deve ser uma das excelências que se anda a preparar para se candidatar a algum cargo local este ano e brinda-nos com esta pérola, que mais não é que encapotadamente dizer que "deixem-nos fazer e não nos façam muitas perguntas que nós é que sabemos da poda" ou, como o autor provavelmente é um bocadinho para o limitado, o que ele queria mandar era uma daquelas surpreendentes conclusões, deste tipo: ideias e discussão não servem para nada; e, pensando bem, reuniões e eleições também não fazem falta nenhuma...

Por excelências como esta, que vivem para estas pequenas eleiçõezinhas e que não podem ouvir uma ideia diferente ou uma crítica, ainda que construtiva, é que Minde está como está e que quem têm alguma massa cinzenta e um bocadinho de capacidade, está-se marimbando para esta malta e não se quer meter em "políticas"...

Anónimo disse...

Aquele anónimo ali acima deve ser um dos que anda a "mamar da teta do poder" ;-)