30 janeiro, 2009

Assaltos na via pública alarmam população de Minde


Os habitantes da vila de Minde, no concelho de Alcanena, estão preocupados com a questão da segurança desencadeada por um grupo de três jovens, dois homens e uma mulher, que utilizando uma viatura furtada cometeram na mesma semana dois assaltos em pleno dia. Adélia Capaz, professora na Escola Básica dos 2.º e 3.º Ciclos de Minde, foi uma das vítimas de assalto por esticão. Na quarta-feira, 21 de Janeiro, estacionou o carro e preparava-se para mais um dia de aulas quando, cerca das 08h30 da manhã, e junto ao portão da escola, viu a sua mala ser arrancada do braço esquerdo. Com o desiquilíbrio, caiu e bateu com a testa no chão, tendo que receber tratamento no Centro de Saúde de Alcanena.

“Senti um carro muito próximo de mim mas, como estávamos na hora da entrada, pensei que era um carro dos pais a deixar os miúdos e não liguei”, testemunhou a O MIRANTE. A professora conta que tudo aconteceu em segundos e só quando se levantou do chão e apanhou o chapéu de chuva é que reparou que não tinha a mala. “Quando vi um carro preto a circular a grande velocidade pensei logo: foi aquele malandro que me levou a mala”, conta, referindo que ficou sem 60 euros, quantia que estava destinada a uma compra que tinha programado fazer naquele dia. A carteira com os documentos acabou por aparecer no dia seguinte.

O caso de Adélia Capaz não foi único. Na segunda-feira, 19 de Janeiro, uma funcionária de uma fábrica de malhas saiu da empresa à hora de almoço, no chamado bairro do Carro Velho, para se deslocar ao centro de Minde, quando foi interceptada por um grupo de indivíduos que lhe levaram a mala. Como resistiu ao assalto acabou por ser agredida, tendo que ser levada para o hospital para receber assistência médica.

António Exposto, morador em Minde, é apenas um dos muitos populares com quem falámos que, actualmente, tem mais receio pela sua segurança. “As pessoas andam traumatizadas e evitam sair de casa. Nos últimos tempos, os assaltos por esticão têm sido constantes”, contou a O MIRANTE. “Ainda hoje avisei a minha mulher para não sair à rua com a mala”, exemplifica, receando os maus-tratos físicos que os assaltantes infligem nas vítimas para conseguirem os seus intentos.

Também o presidente da Junta de Freguesia de Minde, António Augusto Fresco (ICA), se mostra preocupado com a situação. “As pessoa evitam sair de casa à noite”, atesta a O MIRANTE, frisando que os últimos assaltos aconteceram à luz do dia e por jovens deliquentes que “não são da vila”. A falta de policiamento é um dos problemas difíceis de combater na freguesia uma vez que, para o autarca, há cada vez menos efectivos por culpa das medidas levadas a cabo pelo Ministério da Admnistração Interna.

Segundo o comandante da GNR de Alcanena, sargento-ajudante Grilo, a viatura utilizada nos dois furtos já foi recuperada e encontra-se em Torres Novas. O responsável não quis adiantar mais pormenores sobre os suspeitos, encontrando-se os assaltos a ser investigados pelo Núcleo de Investigação Criminal.
Publicado no "O MIRANTE"

COMENTÁRIO:
Por vezes um bom e-mail faz mais que muitos discursos.

NOTA ADICIONAL:

O comentário aqui publicado sobre o eventual assalto ao Supermercado Tabiba, não passou de um falso alarme. Os m/ informadores não averiguaram bem a veracidade do assunto. Pelo facto, as m/ desculpas.
Mas, bem verdadeiro é o facto de mais uma viatura de Minde ter sido furtada ontem em Alcanena.

CARRO FURTADO
Este Alfa Romeo (SW) JTD, prateado, com a matrícula 60-BX-32 de 2006, pertencente a Fontes Carvalho, Lda., foi ontem, à noite, furtado em Alcanena.
Segundo fontes policiais, é possível que o mesmo se encontre na triangulação Torres Novas / Alcanena / Leiria.
A todos os que possam dar qualquer informação, o proprietário muito agradece para contactarem 912222366.

5 comentários:

PC disse...

Fui eu que alertei o PM para a situação do "assalto" ao Tabiba. Fui informado do sucedido, ontem, em conversa de café.

Afinal de contas, parece não houve assalto nenhum. As conversas de café nunca são fidedignos...

Peço desculpa pela desinformação.

De qualquer modo, tem havido uma vaga de assaltos assustador em Minde e arredores. Disso, ninguém duvida.

Abraços,
/PC

pm disse...

Nem tem qualquer impotância, grande PC. Valeu a intenção.

Anónimo disse...

Era bom que houvesse alguma reacção da GNR, devido ao aumento deste tipo de "actividade" em Minde ou teremos que aguardar pacientemente ate que os proximos sejamos nos?

Anónimo disse...

So axo incrivel como ainda ngm fez nada com as suas proprias mãos... toda gente sabe quem sao.... basta passar pelo "Europa" pela noite... Minde sempre foi um local sem qq crime pk aquele q se atreve se a faze lo teria a devida consequencia...

Anónimo disse...

Mais um assalto:

o café da Sra. Olinda, no mercado de Minde, foi esta madrugada assaltado e vandalizado.