28 janeiro, 2009

Calão Minderico no "O Portomozense"


Em 28 de Novembro de 1903 o jornal "O Portomozense" publicou o texto abaixo em Calão Minderico. A quem conseguir uma tradução ofereço um doce e terei todo o gosto em publicar. Mãos à obra, Xarais do Ninhou!!!



CALÃO MINDERICO (*)
Carranchano.
Estive hontem no parrei­ral do Ninhou.. O fundador do Covão ás 12 do bandarra mandou-me a mulher do Francisco Lobo ao parreiral a fim de cavalleirar em sua do Quincas.
Para que o cardeta avalie o cavaíleiro, ponha os das orelhas.
Em cima d'uma do Casal Farto mirantava-se n'uma do Juncal o filho da Santi­nha lançando bispo. Uma da Amora com o sogro do António Perinho e dois da Marinha ; mettemos pois na tosadeira alem do genro do José Filippe, linhas tintas, rénhanhé, sogro do Manoel Lico, do gaiva ou filho do Tróia. A' sobre a de Bolleiros rnatto da portella, mães do Val da Serra, çhinezas, dos coutos e por ultimo venezo com batarraba.
Como á hora de cavalleirar o malhado traz mais um, appareceu o Estevães do Ninhou com ares densca. Se visses a maneira como mettia na tosadeira o genro da Bia e o saltacatrepa!. .. Os da Marinha andavam sempre nas gambias. O folho da Gosta e filho de Matildes, oh ! Deus !,..
A's 4 do bandarra sentado na jaleca do meu António d'Almeida tomava o d'el-rei para a minha do Domingos Pedreiro, em Arniaes.
N. B. A Arraiollos subiu, as bélicas das do Alegre baixaram e a sogra do irmão do Francisco Vaz, d'Aljubarrota estaciona.
Teu Filho do Fernando. José Ramos, de Amiàes.

A. de Jesus e Silva (28.11.903)

(*) Para satisfazer, em parte, ao pedido do exm°. Alberto Pimentel, Rua de S. João da Matta, 1, E, em carta de 15, dou uma missiva que mandei a um meu patrício e amigo que andava negociando no Alemtejo.
• Aos outros pedidos irei também satisfazendo.






Dia da Manta, Minde 21-06-2008

1 comentário:

pm disse...

Então, ninguém se atreve? Garanto que arranjo um prémio alusivo a Minde.
Ou será que os carranchanos já não penetram na piação do Ninhou?