23 abril, 2007

Museu do Curtume

Já sabíamos que a construção do Museu do Curtume em Alcanena merece, por parte da CMA, toda a prioridade, em relação ao designado Museu da Aguarela em Minde. Até sabemos que a previsão do investimento no Museu do Curtume é três vezes superior ao do Museu da Aguarela.

O que eu não imaginava é que essa prioridade fosse "mesmo uma prioridade" deste executivo.
Com ou sem apoios do Ministério da Cultura, custe o que custar, o Museu do Curtume tem de ser edificado. É "ponto assente", e até já estão formadas equipas de trabalho.
Esta foi a sumária conclusão a que cheguei, depois de ler a última acta de reunião do Executivo publicada pela CMA.

É a
Acta nº 5 de 12.03.07, em cuja reunião não marcaram presença as personalidades mais representativas, mas que acrescenta pormenores interessantes em relação a alguns assuntos que têm estado na ordem do dia.
Entre várias questões, como a evolução das obras da Zona Industrial de Minde e o Projedo da Sede Banda/CAORG , o Sr. Vereador António da Cunha Menezes questionou a CMA sobre a situação do Museu do Curtume e do Museu da Aguarela Roque Gameiro.

O Excelentíssimo Vice-Presisente, que presidiu á reunião, esclareceu (?) como pôde, e remeteu a resposta sobre os processos dos Museus para o final da "Ordem do Dia", onde iriam ser apresentados esclarecimentos.



E é mesmo no fim da acta, no "Período Depois da Ordem do Dia" (p.35) que podemos ler:

"O Excelentíssimo Senhor Vice-Presidente informou que foram apresentadas candidaturas do Museu do Curtume e do Museu da Aguarela Roque Gameiro ao POC – Programa Operacional da Cultura tendo o Museu do Curtume, ficado em décimo segundo lugar e o Museu da Aguarela Roque Gameiro em décimo terceiro lugar num universo de catorze candidaturas aceites, a nível nacional.
__ Das candidaturas aceites, oito encontram-se com dotação aprovada e seis candidaturas em overbooking.
__ O Museu do Curtume encontra-se em quarto lugar e o Museu da Aguarela Roque Gameiro em quinto lugar em overbooking.

O Excelentíssimo Senhor Vice-Presidente esclareceu que o Museu do Curtume, embora seja uma candidatura mais cara que o Museu da Aguarela, ficou à frente, devido ao facto de ser um projecto pioneiro, nesta área.
__ Poderá ter uma taxa máxima de comparticipação de cinquenta e quatro por cento.
__ Neste momento a Câmara vai avançar com o processo do Museu do Curtume, assim apresentou uma informação do Departamento Técnico de Obras, datada de nove do corrente, dando conta da situação do processo e de que, para a candidatura poder avançar, caso haja alguma desistência, a adjudicação dos projectos de investimento terão de estar adjudicados até trinta de Junho do corrente ano, e a sua realização física até trinta de Setembro do próximo ano de dois mil e oito.

Nestes termos solicita a aprovação do Programa de Concurso e Caderno de Encargos, do Estudo Prévio apresentado, este estudo altera o aprovado na reunião de Câmara de vinte e seis de Setembro de dois mil e cinco.
__Solicita, também a abertura de concurso de concepção/construção da Execução do Museu do Curtume.
__ Presente, também, uma proposta subscrita pelo Vereador, Senhor Eduardo Marcelino Ramalho Camacho designando os elementos das Comissões de Abertura de Concurso e Análise das Propostas.

Deliberação:

__ Aprovar o Programa de Concurso e Caderno de Encargos, bem como o Estudo Prévio apresentado, o qual altera o estudo aprovado na reunião da Câmara
realizada em vinte e seis de Setembro de dois mil e cinco.
__Aprovar, também, a abertura do Concurso de Concepção/Construção da Execução do Museu do Curtume.
__ Aprovar, ainda, as Comissões a seguir descriminadas:

__Comissão de Abertura de Concurso
- Presidente: - Artur Simões Rodrigues, Vereador a tempo inteiro;
- Vogais: - Maria de Fátima Martins Paulino, Técnica Superior Assessora, área de Engenharia Civil e Carlos Manuel Costa Patrocínio, Técnico Superior de Segunda Classe, área de Administração Pública e Autarquia.
__Comissão de Análise das Propostas
- Presidente: - Eduardo Marcelino Ramalho Camacho, Vice-Presidente desta Câmara Municipal;
-Vogais: - Maria de Lurdes Silva de Sousa Runa, Chefe de Divisão das Obras Municipais e Maria de Fátima Martins Paulino, Técnica Superior Assessora, área de Engenharia Civil."

Portanto, meus amigos, aqueles que tantas vezes acusam o executivo de inércia, têm de admitir que neste caso do Museu do Curtume a CMA está empenhadíssima e só não fará o que que não puder. Tenho a certeza disso.
Sobre o tal Museu da Aguarela? Bem..., sobre esse processo, o Excelentíssimo Senhor Vice-Presidente não revelou pormenores. Talvez por esquecimento ou, quem sabe, falta de tempo!


Entretanto, no site da CMA, nada se publica sobre o tal Concurso Público para Concepção/Construção do Museu do Curtume, mas, para os mais interessados, "descobrimos" que os termos do mesmo já foram publicados no Diário da República.

28 comentários:

Anónimo disse...

Em Alcanena podiam aproveitar a ETAR para fazer o museu. Concentravam os maus cheiros todos no mesmo sitio.

Anónimo disse...

Isto é um escândalo e tem que ser denunciado.

Como é que é possível? Enquanto uns falam e escrevem, outros avançam decididamente para a construção de um MUSEU do CURTUME (mas a quem é que isto interessará?!), chegando ao ponto de haver já concurso público lançado.

Quanto ao Museu Roque Gameiro, nem uma palavra, nem um movimento. Os responsáveis de Minde, nem xuu nem buu.

É realmente uma tristeza.

Agora, só nos resta denunciar esta situação a todos quanto tenham o poder de dar uma abanico ao Sr. Azevedo e seus lacaios.

Anónimo disse...

por acaso não se esqueceram tambem do museu da malha e do têxtil!!!deve estar em quadragéssimo lugar....

HAJA DEUS

Maria dos Caracois disse...

Meneses, Alzira, Ramiro, Bemjamim, Anabela, Fresco, Helder Simoes, o mesmo combate pela protecçao ao Azevedo.

Anónimo disse...

oh meu amigo, isto sempre foi assim e será.Para se conseguirem uns subsidios zecos têm que andar a lamber as botas.EM troca vão-se prometendo OUTROS «RELVADOS» as pessoas ficam muito contentes, e batem-se muitas palmas.
As pessoas até têm a noção, que esses projectos muito dificilmente passarão do papel....no entanto é melhor pouco que nada. Pode-se até
não ser da cor deles, mas as pessoas que fazem parte das diversas colectividades de MINDE,defensem os intiresses das suas colectividades e não as suas ideias pessoais.
Quer isto dizer que se tem que andar a bem com DEUS e com o Diabo.

Anónimo disse...

Chama-se a isto COBARDIA

Carlos, O Xacal disse...

Qual a votação dos 3 vereadores de Minde para esta proposta? A saber:

Antonio Meneses
Joao Jose
Artur Rodrigues ??????

Anónimo disse...

Como Minderico acho muito bem o museu em alcanena.Será um grande polo de desenvolvimento do Concelho.Virão pessoas de todo o mundo ver esse museu e por arrastamento visitarão Minde.Qual é o mal?Isto é o desenvolvimento que o nosso Concelho merece.Qual museu da aguarela!!! para ter uns quadros de um pintor de Minde nas paredes.A cultura não é preciso.Já há muita aqui em Minde.Qual arte?
Sinceramente bateram mesmo no fundo!!!

Anónimo disse...

Nao bateram nada no fundo. Eles sao o fundo.
O Antonio Jose Branco + o Joao Jose merecem cada um uma estatua na Praca 14 de Agosto

Anónimo disse...

Possivelmente o CAORG irá pronunciar-se na próxima assembleia geral esperamos para ver a sua tomada de posição.

Anónimo disse...

Para o anonimo da cobardia .... Nunca vi apanharem moscas com vinagre!!!!!

E como nunca esteve em nenhuma colectividade nem em nenhuma iniciativa desta TERRA vá apreguar para outro lado.

Anónimo disse...

Alguém sabe em que acta do executivo municipal é que foi abordada e votada esta questão?

Não é só aos vereadores de Minde e demais responsáveis que esta questão tem que ser colocada.

Em 2009, se até lá isto não tiver sido travado, os meninos e meninas do PSD e PS que virão cá à terra passar-nos a “mão no pêlo” para nos captar os (preciosos) votos, também têm que ser confrontados com isto.

Como é que votou a Dra. Asseiceira? E a Dra. Ana Cláudia? E as estruturas locais do PSD e PS, que posição tomaram (ou irão tomar)? E o PCP?

É que estes meninos e meninas agora andam caladinhos porque, se calhar, concordam e estão a pactuar com esta vergonha. E, em 2009, vão assobiar para o lado e zurzir fortemente nos ICA's por causa disto...

Querem apostar?

Tenório

Cavaco Silva disse...

Não há dinheiro para construir e pagar os terrenos da zona industrial de Minde,mas há dinheiro para o museu do MAU-CHEIRO

Tenorio the second disse...

Parece que vão tirar os andaimes da casa do filho do Jaquim Maria.Grande melhoramento para a terra.
O filho do jaquim Maria perdeu o 2º recurso que fez ao tribunal.Vai perder tambem o 3º.Depois de perdido o 3º e ultimo a casa ilegal vai ser demolida por ordem do tribunal.
Depois de demolida podem entao fazer uma casa legal ou entao dar o espaço para alargar a praça Alberto Guedes.

J.José disse...

Não leram as actas todas. O museu da aguarela também foi sujeito ao mesmo tratamento. Revejam as actas todas.O museu em Minde também vai ser feito até 2008 e começam em julho as obras.

Anónimo disse...

Sou visita frequente dos sites que existem sobre Minde.
Reparei que no Minderico, quando se fala de Artistas Amadores de Minde, foi esquecido o nome de Manuel Capaz da Silva Achega, mais conhecido por "Manola".
Não percebo porquê, uma vez que o Manola se destacou na Pintura, na Escultura e na Música e tem uma obra vastissima quer na mão das Filhas quer na mão de particulares.
Qual a razão deste esquecimento?

pm disse...

Concordo perfeitamente, com o anónimo anterior, embora a essa questão quem poderá responder é o autor do site Minderico.com.

Poderá ter sido um esquecimemento, mas recordo que sem omeletes não se fazem ovos, e as pessoas gostam de ver as coisas publicadas, mas quanto ao enviar de fotos e material ninguém mexe uma palha.
PM

vmcs disse...

Na secção Música do "site" Artistas Mindericos está o nome do Sr. Manuel Capaz da Silva Achega, meu 2º primo, onde consta desde o início.

Também na sub-secção Mindericos se encontra o nome do Sr. Manola, desde que foi criada.

Acrescento ainda que por várias vezes, junto do meu primo João Alberto Coelho e de seus filhos Bernardo e Gonçalo solicitei fotos das obras do Sr. Manola.

Vou continuar a esperar (sentado) que me sejam fornecidos elementos.

Provavelmente faltarão nomes de outros Artistas Mindericos... e, se bem calha, é capaz de ser má vontade da minha parte que eles não constam.

Quanto ao corajoso anónimo que refere o pseudo-esquecimento do meu 2º primo Manola estou certo que em breve receberei um email do cavalheiro a oferecer a sua colaboração ao Portal Minderico em ordem a fazer a recolha de material em falta.

Enfim, HAJA DEUS, que tanta paciência tem tido para aturar a Humanidade!

Vítor Manuel Coelho da Silva

Anónimo disse...

Toma lá que já almoçaste, ó Antunes !!!

Anónimo disse...

Estive agora a ler as intervenções do meu primo Vitor, por sinal antes do almoço.
Não compreendo as acusações que, no que me diz respeito, caiem em saco roto.
Como deveria saber, o preclaro Vitor, não me ficaria bem ser advogado em causa própria e, se o fizesse, assinaria por baixo. É verdade que já me pediu fotos das obras do meu Sogro; só não as enviei porque o que fiz não tinha qualidade técnica para ser publicado.
Como deverão calcular, não sou responsável por aquilo que é escrito e não é assinado e o meu Primo já deveria saber que, quando falo em matérias que podem ser mais sensíveis, assino por baixo.
Concordo, no entanto, com o desabafo do Vitor quando diz que é precisa muita paciência para aturar a Humanidade; é precisa tanta paciência como para o aturar a ele.
Por estas e por outras é que o número de colaboradores do Minderico continua tão elevado e com tanta qualidade.
João Alberto Coelho

Um vizinho disse...

O dr. João Coelho tem de contratar um especialista em fotografia para realizar o trabalho e isso custa muitos euros.
Este dr. tem piada. Umas vezes elogia o Portal Minderico e o seu primo Victor coordenador. Outras vezes deixa vir ao de cima o seu ressaibiamento.
É preciso ter muita paciencia para aturar este dr. João Coelho na realidade

Anónimo disse...

É, a vida está cara, pá!
Nunca disse mal do Portal e, ao contrário, sempre elogiei o trabalho feito e, sempre que o entendi conveniente, colaborei dentro das minhas possibilidades e capacidades. Só o deixei de fazer, como outros aliás, por discordar de algumas opiniões lá expressas.
É algum crime, ou sintoma de ressabiamento? Não me parece!
Aliás, como pode verificar, muitos dos que colaboraram no Portal também se afastaram e, creio, que não vem mal ao mundo por isso uma vez que a obra iniciada continua o seu percurso.E ainda bem que assim é!
Ao contrário do que diz, não preciso que tenham paciência para me aturar; limito-me , quando posso, a emitir as minhas opiniões sem pretender destruir nada, bem pelo contrário, procurando ter, sempre, uma visão construtiva para a resolução dos problemas que abordo.
Já agora, quando se referir a mim directamente, queira ter a coragem de assinar.
João Alberto Coelho

Anónimo disse...

{{{ colaborei dentro das minhas possibilidades e capacidades. Só o deixei de fazer, como outros aliás, por discordar de algumas opiniões lá expressas. joao alberto coelho }}}

------------------------

Este senhor E OUTROS deixaram de colaborar no portal minderico por discordarem de algumas opinioes lá expressas.

AH !!!!! GRANDES DEMOCRATAS !!!!!!!! GRANDE DÓTORES DO JET-GASOIL !!!!!!

Anónimo disse...

Este joao alberto perdeu uma rica oportunidade de ficar com a caneta no tinteiro. A invejinha eh uma coisa muito feia.

Rui disse...

Quais foram as opiniões expressas no portal minderico que levaram o senhor doutor joao coelho a deixar de escrever? Entao o senhor doutor so escreve num blogue ou num sitio se concordar com as opinioes dos outros? E se os outros nao concordarem consigo devem abandonar a escrita onde vossa excelencia escreve?

Tenório disse...

O Dr. João Alberto Coelho perdeu o piu. Horas de BURRO, não é? A insultar o PRIMO em público! HAJA RESPEITO!

Anónimo disse...

O Jota Alberto emudeceu de vez.

Anónimo disse...

PARECE QUE O MUSEU DO MAU CHEIRO JÁ TEM FIFIAL EM MINDE EH EH EH.... PRIMEIRO A GUERRA COM OS AUTARCAS AGORA A GUERRA DOS PRIMOS EH EH EH