08 maio, 2007

Os Concursos dos Museus



Relativamente ao Museu do Curtume e Museu da Aguarela, cujas candidaturas de financiamento ficaram em overbooking (12º e 13º lugar, tendo sido 8 aprovadas, estão em 4º e 5º dos suplentes), transcrevo alguns excertos da última acta publicada, a Acta nº 6 de 26.03.07, que se podem ler logo no "Período antes da ordem do dia":

«(...) Acrescentou, ainda, o Excelentíssimo Senhor Vice-Presidente que a adjudicação dos investimentos em causa terá de estar efectuada até trinta de Junho de dois mil e sete e a sua realização física até trinta de Setembro de dois mil e oito.

Daí que na reunião anterior foi presente o assunto referente ao Museu do Curtume, o qual já seguiu para publicação do respectivo concurso público em Diário da República. Nesta reunião, está agendado o Museu da Aguarela Roque Gameiro.

(...) Assumimos perante o Programa Operacional da Cultura, o compromisso de que iríamos colocar as empreitadas a concurso quer fossem comparticipadas ou não.
Sabemos que, caso não venham a ser comparticipadas criar-se-á uma situação complicada porque temos poucas disponibilidades financeiras. Contudo, para manter as
candidaturas aprovadas ainda que em Overbooking temos de tomar estes procedimentos. Estamos a correr contra o tempo.
Em sua opinião, devemos estar na corrida até à última instância.

A Vereadora, Senhora Ana Cláudia Cohen Gonzaga Borges Caseiro Inácio Coelho perguntou quais serão as implicações para o Município no caso de não haver comparticipação. Se como existe o compromisso e poucas disponibilidades financeiras se opta por estes investimentos em detrimento de outros importantes (não quer dizer que estes não sejam importantes, mas têm de se estabelecer prioridades perante os objectivos a atingir), ou se por outro lado não se executam estes projectos e se o Município pode ou não sofrer retaliações por parte doEstado.

O Excelentíssimo Senhor Vice-Presidente disse que é um risco que temos de correr. Até trinta de Junho do corrente ano temos de ter as obras adjudicadas.
Caso não haja comparticipação e não se executem dentro dos prazos, poderão os concorrentes adjudicatários pedir compensações financeiras ao Município.

A Vereadora, Senhora Fernanda Maria Pereira Asseiceira, perguntou qual o ponto da situação referente aos dois concursos.

O Excelentíssimo Senhor Vice-Presidente disse que, como já referiu, no que respeita ao Museu do Curtume trata-se de um concurso de concepção/construção, o qual foi já enviado para publicação em Diário da República. Há apenas um estudo prévio, sendo o projecto de execução da responsabilidade dos concorrentes.

No que respeita ao Museu da Aguarela Roque Gameiro, está aqui o projecto que vai ser apreciado no ponto “Quatro – Obras Municipais”, desta reunião. Caso seja aprovado irá seguir para concurso, o qual é apenas de execução. Os procedimentos são diferentes, um é também de concepção e o outro apensas de execução, como já disse. O projecto do Museu da Aguarela Roque Gameiro está feito há cerca de um mês. Ainda não tinha sido presente à Câmara porque faltava elaborar o Programa de Concurso e Caderno de Encargos.
Em trinta de Junho do corrente ano, como já disse, as duas obras têm de estar adjudicadas
Ver Acta nº 6 do Executivo Camarário »»»



COMENTÁRIO:
Afinal, este é mesmo um Concelho em Movimento. Em 30 de Setembro de 2008, não vamos ter só um museu no Concelho de Alcanena mas sim DOIS MUSEUS. Viva a Cultura !!!

NOTA: As fotos apresentadas são meramente decorativas, porque os projectos dos museus são secretos e só para experts. Nós, meros cidadãos, apenas temos que pagar os impostos e ir bater palmas no dia de inauguração. Vida simples a nossa, einh?

3 comentários:

Anónimo disse...

Nesta acta é dito que os andaimes da obra do cunhado do Joao Jose Silva vão ser retirados. A obra continuará embargada até á sua demolição final.

vmcs disse...

Caro Pedro Micaelo

O fundamental é que a Casa Açores vai ser recuperada.

Não é a solução ideal para o Museu do Mestre, mas a sua recuperação teria de ser feita.

Esta recuperação não impede futuras ampliações. Agora há que apoiar. Pelo menos, iremos ter em breve a obra do Mestre em Minde.

Sem embargo de continuarmos a lutar pela preservação do Largo das Eiras, o Portal Minderico nada fará que impeça que este Museu da Aguarela Roque Gameiro seja construído até Julho de 2008.

Precisamos das obras do Mestre em Minde - e quanto mais depressa melhor.

Vítor Manuel Coelho da Silva

pm disse...

Concordo perfeitamente !!