11 agosto, 2008

Encerrado para balanço

Em pouco mais de dois anos foram publicadas no Minde-Online 817 artigos (posts).
Cerca de 50 000 visitas, 65 000 page views e 4 000 comentários são outros dos registos da vida deste blog.
Largas centenas de horas investidas e vários milhares de horas que se gastaram a ler o que por aqui se escreve e ilustra, poderiam ser outros dos registos. Mas pouco interessa. O que interessa é que hoje é um dia e amanhã já será outro. E o ideal será vivermos o amanhã melhor que o hoje.

Se entendesse que este blog estava a contribuir em alguma coisa para este ideal, não estava aqui com esta lenga-lenga , mas por vezes é necessário parar para balanços. Quando começamos a questionar os ideais e objectivos, o melhor é mesmo o STOP.
Tudo tem um princípio, meio e fim, e este blog não foge à regra. Há que situar em qual das fases o mesmo se encontra.
O Minde-Online foi uma experiência interessante, um simples blog sem qualquer pretensão, mas com objectivos e intenções de que pudesse vir a constituir uma mais valia para a informação e comunicação das gentes de Minde. Os objectivos estão longe e ... os resultados fraquinhos.

Um blog é constituído por posts e comentários e pessoalmente não estou muito interessado em andar aqui com uma trabalheira para dar palco e tempo de antena a meia dúzia de anónimos cujo interrese único é ir lixando o parceiro, e ir deitando veneno para o ar.
O Minde-Online é basicamente conotado com o meu nome e estou farto de ser associado, não ao que escrevo e assino, mas principalmente áquilo que alguns anónimos se lembram de ir escrevendo a seu belo pazer maldizente.
Para muitos cidadãos, e principalmente para os que cá não vêm e percebem pouco de internets, é tudo a mesma coisa e sou eu que escrevo as baboseiras todas. Só sei dizer mal.
Mas não é bem assim!
Dou a cara por aquilo que escrevo, e por vezes não estou com rodeios, mas fartei-me do papel de ser visto e interpretado como o mau-da-fita.

Um peneirento que está lá para Lisboa a mandar umas laraxas, com a mania que sabe alguma coisa e só sabe dizer mal, ainda vá que não vá, mas ter que gramar e dar a cara por meia dúzia de palhaços venenosos que gastam o tempo e os neurónios a ver como hão-de lixar o próximo e contaminar o ambiente? Não, obrigado. Tenho mais que fazer, e não estou para aí virado. A coscuvelhice e a intriga não são os meus temas preferidos.

Os comentários valem o que valem, poderão ser melhor ou pior filtrados, mas não tenho vocação para polícia, nem para perder muito tempo a tentar decifrar indirectas em que muitos conterrâneos são especialistas.

Tudo tem um princípio, meio e fim, e este blog não foge à regra. Há que situar em qual das fases o mesmo se encontra. Um pouco de sol na moleirinha e uns mergulhos de água salgada talvez ajudem a aclarar as idéias.
Mas pouco interessa. O que interessa é que hoje é um dia e amanhã já será outro. Até lá, um bem-haja a todos e muito obrigado por nos ter acompanhado nestas bloguices.
Vamo-nos vendo por aí !!!



PS: Deixo-vos com uma pequena biografia de Justino Guedes. Um bom exemplo de "Ser Minderico".

19 comentários:

Anónimo disse...

A melhor solução é acabar com os comentarios e aceitar escritos enviados para o email devidamente assinados.

Alexandre Pires disse...

É UMA PENA PEDRO.
FAZES UM BELO TRABALHO, NÃO SÓ NAS CRITICAS, FUNDAMENTADAS, QUE TECES, SEMPRE COM RESPEITO E EDUCAÇÃO, COMO NA PROMOÇÃO DESTA VILA QUE É MINDE.
MAS COMPREENDO QUE ESTEJAS CANSADO, DOS FRACOS DE ESPIRITO QUE USAM E ABUSAM DOS BLOGUES, COM O FIM DE DESMORALIZAR TODO UM TRABALHO DEVERAS INTERESSANTE. E AINDA MAIS DEGRADANTE, FAZEM-NO ANÓNIMAMENTE!
PARA TI, SE É QUE VALE DE ALGUMA COISA, TODO O MEU RESPEITO, ADMIRAÇÃO E CONSIDERAÇÃO.
DIGO-TE ISTO PORQUE HÁ CRITICA E CRITICA, E, TU SEMPRE FIZESTE CRITICAS CONSTRUTIVAS.
TRISTES SÃO AS PESSOAS QUE NÃO ACEITAM, E EM VEZ DE UTILIZAREM ALGUMAS (CRITICAS) PARA TENTAR FAZER ALGO MELHOR, SÓ OLHEM PARA O UMBIGO. E JÁ SE SABE OS TAMANHOS DOS UMBIGOS. GRANDE ABRAÇO, MINDERICO.

Kate Moch disse...

O Alexandre tem toda a razão. A tua critica construtiva e a forma inteligente como abordas os assuntos fazem falta. Vai lá de férias e volta com coragem para continuar. Ignora as más linguas.

Deixas os comentários identificados e eliminas os anónimos.

Clemente Carvalho disse...

espero que esse 'balanço' não dure mt tempo.
senão nde vamos ver as noticias sobre minde????


epá se este blog não for pa frentex vou fazer uma revolução em Minde... eheh

(vá para quando é k vem o proximo post)?

Anónimo disse...

Kremos que continue este blog para sabermos quando há festas e sardinhadas.

Anónimo disse...

Deixa lá o peneirento de Lisboa e continua Pedro.

Anónimo disse...

Muitos parabéns pela tua persistência, por nos manteres actualizados do que se passa na freguesia e concelho e em suma pelo dinamismo que deste a este blog.
Ps: agora podes fazer um intervalo até Novembro...altura em que, esperemos, ouvir boa música por Minde...

Abraço,

Bernardo Achega

Anónimo disse...

Também acho que esta não é uma boa opção. Acho que será necessário umas mini-férias, repensr um pouco algumas coisas do projecto Minde-Online, implementar algumas alterações e, depois, voltar com mais força.

Este blog presta já um serviço público aos Mindericos, à freguesia de Minde e ao concelho de Alcanena que não tem par. O seu desaparecimento será mau para os seus leitores e para Minde em geral.

Conselhos:
- continuar com coments anónimos, mas controlados pelo painel de editores;
- esclarecer de forma clara e nítida, no cabeçalho do site, que o blog e o seu autor não é proprietário por quaisquer comentários anónimos - o melhor é essa menção vir numa data de sítios, inclusivamente nos próprios coments;

- definição mais clara e coerente do objecto do blog;

- potenciar a criação de blogs sobre Minde e concorrentes do Minde-online, dentro da rede Minde.eu e com editores diferentes e completamente independentes;

JMQ disse...

O problema dos comentários anónimos não se resolve com a identificação, seja por email, seja por escrever o nome. No GMAIL todos podemos criar um endereço, colocar um nome qualquel e ... estará identificado? E viu-se no Portal Minderico, quando se identificavam as pessoas, a participação acabou. Em Minde critica-se muito mas apenas nos cafés. Mas dar a cara está quieto.

Eu até posso criar um email num qualquer servidor e colocar a identificação de uma pessoa qualquer de Minde, com nome correcto, morada, etc e fazer-me passar por outra pessoa.

Há uns meses não houve aqui alguém que colocou comentários assinando Ana Capaz ou A. Capaz e houveram pessoas que entraram em polémica pensando ser a Ana Maria Capaz? Não sei se era ela ou não mas estão a ver que identificação na Internet é algo que considero impossivel.

ACA disse...

Há um outro problema fundamental a montante de todos os outros.

Valerá a pena andar a escrever para uma população de gente que nem sequer vem aqui ler as excelentissimas opiniões de quem nunca criou nada em Minde?

Valerá a pena andar aqui a enfigueirar sentenças dando uma no cravo e outra na ferradura, tentando agradar a todos e ao verificar essa impossibilidade amuar e dizer que já não quer mais?

É que escrever e ser responsável de um sitio na internet exige teodósios que pelos vistos estes gestores deste blog não têm, porque se enfigueiram quando pressentem que são acusados e criticados.

Anónimo disse...

Poderosa vaga de fundo se ergue em Minde para o regresso do mindeonline. Não houvem já o barulho da turbamulta?

Um leitor disse...

Venho por esta via solicitar nos informem quando será tomada a decisão sobre a continuação deste blogue.
Respeitosos cumprimentos

Um leitor

JMQ disse...

Como sou editor deste blog, penso que devo colocar publicamente a minha opinião. Estive de férias, estava em tratamento termal quando soube da decisão do Pedro, tentei contactá-lo mas houve um desencontro de chamadas. Esperei para ver e agora penso que posso colocar aqui a minha opinião.


Opinião esta que é de total concordância com o Pedro. Eu já tive duas experiências em sites diferentes mas se num era intratável o relacionamento com o seu responsável, aqui pelo contrário com o Pedro foi muito bom , sob todos os aspectos. Só que compreendo a sua frustação, da qual partilho, com a forma como os nossos «clientes» comentam os posts por nós colocados. Não que fossem ofensivos no restrito conceito do termo (só o «lisboeta» é que passava, como habitualmente, das marcas) mas reflectiam a realidade minderica - inveja, incapacidade de sofrer criticas, insinuações sobre pessoas e instituições.

E claro que não somos nós que vamos fazer censura a este anónimo mas não aquele quando não se usam termos ofensivos nem se insultam pessoas. Também não me parece que a solução seja acabar com os comentários. Um blogue é um blogue e vive dos posts colocados pelos editores mas também dos comentários colocados..

É na verdade desencorajador deparar com reacções (online ou não) de pessoas quando publicamos noticias de boa fé, quando transcrevemos outros sites ou damos a nossa opinião e as pessoas reagem mal ou dão uma interpretação para além da nossa imaginação. Em certos momentos fiquei como a Naide Gomes, estupefacto, sem saber se havia de rir ou chorar.

E depois, ao longo destes anos, arranjamos o que supunhavamos ser amizades mas que se afastaram e deixaram de nos falar só porque foram criticados, bem ou mal, na sua qualidade de responsáveis por instituições. Quando somos dirigentes, temos de assumir que nos critiquem e aceitar que pessoas com que nos relacionamos tenham opinião diferente sem as rotular de «disparates».

Mas isso em Minde é impraticável: é a cultura do silêncio (pelos vistos já assumida a nivel partidário nacional...) de fazer as coisas pela calada (veja-se a destruição das escolas velhas) e quem ousar criticar é proscrito. Por isso até compreendo certos anónimos.

O Pedro tem uma excelente visão sobre os problemas de Minde e tem um conjunto de valores que partilho. É pena que tenha decidido acabar com este blogue mas concerteza arranjará outros meios de intervir nos problemas da sua terra, que é a nossa terra. Respeito a sua decisão e desejo-lhe as melhores felicidades.

Foi um prazer trabalhar e partilhar este blogue com ele.

Anónimo disse...

Esse anonimo (ACA) deve ser o mesmo da COLMEIA. É um corajoso e o maior espertalhão de Minde, mas deve ter os "teodósios metidos no turquelho".
Micas, não ligues a esse merdas que se rói de inveja e tem feito tudo para estragar tudo o que de bom se faz em Minde. É altura de ele deixar a malta em paz.
Compreendo e concordo com a tua análise, mas não te deixes abater por gaitas como ele. Continua, que Minde já se habituou a este serviço público que o MINDE ONLINE presta. Um grande abraço.

(Sou aquele que te enviou um e-mail)

Emigrantes do Canadá disse...

Caros administradores do Minde-Online:
Resido no Canadá já a uns largos anos e este blogger era um meio que muito contribuía para matar saudades da nossa terra e saber o que por aí se passa. Não imaginam o bem que estas coisas sabem a quem está longe. Como eu existem muitos aqui deste lado do Atlântico que pensam da mesma maneira.

Encarecidamente pedimos que continuem com o belo trabalho que têm feito e não se deixem abater por comentários mal intencionados. Se necessários enviaremos uma contribuição para que este blogger continue.

Com cumprimentos,
Canadá, 3 de Setembro de 2008

Anónimo disse...

Continua Pedro, não te deixes impressionar por ninguém por mais merdoso que ele seja!
Concordo que deixes a possibilidade de comentários anónimos mas, sempre, só publicados após o teu consentimento. Não entendo isto como censura; servirá para manter a dignidade do blog e dos comentários bem intencionados que, por esta ou aquela razão, são feitos anonimamente. O anonimato só é censurável quando ofensivo o que muitas vezes tem sido o caso!

emigrante disse...

ABAIXO-ASSINADO

Os 5 milhões de emigrantes portugueses vêm pedir o regresso deste blogue

Seguem-se 5 milhões de assinaturas

PNETliteratura disse...

Mais um site dea Rede PNET

http://www.PNETliteraura.pt

Sandra Rodrigues disse...

Então Pedro, quando voltam as noticias? Quando voltam os posts no Minde-Online? Isto já tá parado há mt tempo, n ligues ao que alguns dizem, continua com o bom trabalho que tens feito até agora! Não faças esta desfeita ás pessoas que gostam de visitar este blog.. Please! Cumprimentos, Sandra Rodrigues.