08 dezembro, 2006

Toca a piar à modeia

«É preciso que todos os nossos cardetas façam por não deixar cair no antigo a nossa piação.
O Famoso tem feito o possível para a tirar do Gualdino mas se não houver charales que continuem a piar à modeia , mais planeta menos planeta , a nossa piadeira acaba por escadeirar.
É didi ter a nossa piação quase a jordar para o canto da macaínha quando há tantos covanos doutras terrujas engenhadas nela.
Deixar a nossa piação entegue ao irmão do Quiqui é condená-la à encolha dos mirantes. Há por isso uma grande classe de D.Carlos de a aguentar nos catronhos dando ao badalo na piação à modeia à moda do coxo do Covão e por brincadeira , sem ser didi para ninguém.
O grupo do Mestre Migança vai emanar uma catrefa de moinhos da fonte com o paleio dos charales para que todos os engenhados em penetrar da piação os possam trocar a neto.»

TRADUÇÃO
É preciso que todos os nossos conterrâneos façam o possível por não deixar morrer de todo o nosso calão.
O " Jornal de Minde " tem vindo a tentar tirá-lo do esquecimento , mas se não houver quem continue a usá-lo , mais dia menos dia o calão minderico acaba por morrer de todo.
É pena ter esta nossa linguagem quase a desaparecer quando há tanta gente de terras estranhas interessada por ela.
Deixá-la no esquecimento é condená-la á morte. Há por isso uma grande necessidade de a aguentar de pé usando-a para contar anedotas ou por brincadeira , sem ser inconveniente para ninguém.
O CAORG vai fazer uma nova edição de livros com o calão minderico para que todos os interessados nele os possam adquirir.



NOTA : Há dias lançamos o desafio de traduzir o texto acima sem recorrer a cábulas. A «Krasiva» foi a única que tentou e esteve quase nos trinques. Para ela, muito obrigado. (sepasiba, em russo)

1 comentário:

vmcs disse...

Colocar aqui textos em Calão Minderico com a sua tradução é um bom serviço à causa de Minde.

Coloca mais, Pedro.

vmcs